fbpx

Tal como na estrutura do teatro clássico, a procura de trabalho passa por três momentos chave: a pesquisa, o envio do currículo e, caso tudo corra como o esperado, a entrevista de emprego.

Se as duas primeiras etapas foram bem estruturadas, seguir-se-á a entrevista e é aqui que, não raras vezes, as coisas acabam por não correr como o esperado.

Para que a sua entrevista tenha um final feliz, fique com algumas dicas que o ajudarão a fazer pender o prato da balança a seu favor.

Dicas para uma entrevista de emprego de sucesso

  • Faça uma preparação prévia

Para que a “estreia” corra da melhor forma, os ensaios são essenciais e devem condensar o conhecimento detalhado da empresa a que se candidatou e aquilo que a vaga de emprego exigirá.

Assim, antes da entrevista procure visitar o site oficial da empresa, pesquisa informação e criticas a alguém que lá trabalhe ou lá trabalhou (criticas em redes sociais, por exemplo) dias ou semanas antes da entrevista.

Para além disso, e como hoje em dia as empresas procuram funcionários que se adaptem à sua cultura, torna-se importante conhecer a missão, visão e os valores da organização.

Tudo o que dissemos em relação à empresa aplica-se, de igual modo, à vaga em disputa. Isso vai auxiliá-lo na altura de responder às questões do entrevistador e num potencial teste de aptidões.

Por último, deve ir treinando também o seu discurso e postura. O que é dito (discurso) e o que não é dito (postura corporal) serão importantíssimos na conquista do emprego.

  • Pontualidade

Os portugueses não propriamente conhecidos pela sua pontualidade, mas numa entrevista de emprego (e não só) isso é um ponto inegociável.

Procure emular uma pontualidade “very british” chegando, de preferência, 15 a 20 minutos antes da entrevista. Isto dar-lhe-á tempo para se ir ambientando.

À pontualidade deve juntar um cuidado muito particular com a imagem. Lembre-se que, antes de abrir a boca, o aspecto visual é o primeiro a “falar”.

Na altura de escolher a roupa para a entrevista leve em consideração o perfil da empresa e o cargo em questão. Muitas empresas já adoptam uma cultura de “no dress code”, ou seja, sem código de vestimenta ou uniforme. Já outras exigem roupas mais formais.

Se fez a pesquisa prévia sobre a empresa que lhe indicamos na primeira dica, já saberá em qual dos dois tipos se enquadra a empresa em questão.

  • Confiança e Autoconhecimento

Conhecer-se e conhecer bem as funções às quais se candidatou ajudá-lo-ão a dominar de melhor forma a resposta às perguntas que lhe serão feitas e a não será apanhado pelo nervosismo.

Alguns recrutadores têm por hábito questionar quais suas qualidades e defeitos para avaliar o seu autoconhecimento.

Num e noutro caso, evite clichés e responda com sinceridade. No campo das qualidades avalie e exponha avaliando aquelas das quais se orgulha e possam ajudar no trabalho em questão, enquanto nos defeitos deve sinalizar as dificuldades que sente/sentiu e a forma como as ultrapassou ou pensa ultrapassar.

  • Utilize o Método STAR

Se tem tendência para se perder no discurso, o Método STAR pode dar-lhe uma ajuda. Este método consiste numa estrutura de resposta que lhe permitirá contar brevemente a sua história e as suas conquistas.

O nome STAR vem das iniciais “situação”, “tarefa”, “ação” e “resultado” e ajuda a sintetizar adequadamente as suas principais competências como, por exemplo, o trabalho em equipa ou se tem um perfil de líder.

  • Honestidade e clareza

Ainda no domínio do discurso, procure que ele seja claro e honesto.

Não exagere os seus feitos nem minta. Lembre-se que ao proferir alguma informação falsa poderá gaguejar demonstrando ao entrevistador que está inseguro.

  • Atenção à linguagem corporal

Chegou a horas, está a responder com assertividade e equilíbrio às respostas que lhe estão a ser colocadas, mas se o seu corpo mostra que está nervoso ou assinala dúvida, o entrevistador vai perceber.

É fundamental que a sua linguagem corporal não transmita uma mensagem errada aos seus recrutadores.

Acene com a cabeça à medida que escuta ativamente, incline-se ligeiramente em direção ao entrevistador, com o peito para a frente, os ombros arqueados para trás, e os braços repousados.

Isto faz com que preencha espaço, peça atenção, demonstre confiança, interesse e entusiasmo. Sorria de forma pontual e natural, caso contrário irá parecer que está a ser falso para com o discurso do entrevistador.

  • Faça Perguntas e agradeça no final

É normal o entrevistador perguntar ao candidato se tem alguma dúvida no final da entrevista. Nesse momento, aproveite para reforçar o interesse na empresa com uma pergunta pertinente como por exemplo: “como define a filosofia da empresa?”

Depois de concluída a entrevista, não se esqueça de agradecer pela oportunidade e termine com uma frase concisa que reforce o seu interesse e valor acrescentado para o emprego. Pergunte sobre os próximos passos a realizar e despeça-se com um sorriso e um forte aperto de mão.

Após a realização da entrevista, agradeça novamente a oportunidade que lhe foi concedida pela empresa, idealmente entre 24 a 48 horas após a sua realização, e mantenha-se disponível para futuros esclarecimentos. Esta atitude irá demonstrar gratidão e interesse.

A resposta poderá tardar, por isso vá verificando o seu e-mail, telemóvel ou correio de forma regular para saber o resultado final da candidatura. Aguarde-o de forma serena.

Se, entretanto, não obter qualquer informação após o prazo combinado na entrevista, entre novamente em contacto com os recrutadores.