fbpx

Manter os seus trabalhadores motivados, agilizar toda a linha de produção e garantir uma melhor gestão de projetos é o sonho que qualquer empresa gostaria de tornar realidade e que agora é mais fácil de concretizar graças às chamadas metodologias ágeis.

O que são Metodologias Ágeis?

Dá-se o nome de metodologias ágeis ao conjunto de métodos que visam à entrega rápida e de alta qualidade do produto ou serviço fornecido por dada empresa e que promovem um processo de gestão de projetos que incentiva o aprimoramento e adaptação frequentes.

Ao colocarem o foco sobre as pessoas e as suas competências, as metodologias ágeis permitem, por exemplo, que as equipas de trabalho lidem com imprevistos e possam realizar alterações antes da conclusão de um projeto.

Assim, ao serem capazes de promover a optimização de processos e acompanhar de perto cada fase de um empreendimento, metodologias ágeis como, por exemplo, o programa Scrum, permitem a inclusão de aspectos importantes num projeto como equipas interdisciplinares, senso de colaboração, auto-organização e melhoria da produtividade.

Metodologias Ágeis

Hoje em dia, colocar em prática metodologias ágeis na sua empresa é extremamente fácil. Existem vários programas (digitais ou analógicos) que o podem ajudar. Venha conhecer três das mais populares.

  • Scrum

Esta é, de longe, a metodologia ágil mais popular e utilizada. A razão desta popularidade prende-se com o facto da sua framework de processo ser mais leve dado que esta utiliza ciclos de desenvolvimento, denominados por Sprints, que permitem a maximização do tempo disponível para a produção de trabalho útil.

Especialmente indicada para a gestão de projetos de software e desenvolvimento de produto, o Scrum apresenta os seguintes benefícios:

  1. a) aumento da qualidade das entregas;
  2. b) oferece resposta às mudanças de requisitos;
  3. c) proporciona melhores estimativas utilizando menos tempo a gerá-las;
  4. d) melhor controlo do cronograma do projeto e acompanhamento das suas etapas.

A única desvantagem do Scrum poderá ser o facto de não especificar deadlines em algumas tarefas.

  • Extreme Programming (XP)

Normalmente combinada com o Scrum, a Extreme Programming (XP) é construída em torno de toda a equipa e valoriza a simplicidade, a comunicação, o feedback, a coragem e o respeito.

O XP adota uma abordagem de estilo de engenharia para vários aspetos do desenvolvimento de software e, através desta disciplina, consegue melhorar significativamente a qualidade do produto final.

Sendo que uma equipa de programadores trabalha em conjunto para assegurar uma codificação consistente e para manter o sistema continuamente integrado, o código por eles criado é constantemente testado e melhorado de modo a atender às necessidades atuais da empresa.

Apesar das inúmeras vantagens desta metodologia, o facto de os seus requisitos serem expressos em forma de testes deixa pouca margem para escalabilidade.

  • Kanban

Inspirado no modelo de gestão Lean (filosofia de gestão oriunda do Sistema Toyota de Produção), o Kanban tem por finalidade maximizar a eficiência (organizando a desordem) e melhorar a experiência do cliente.

Isto é conseguido colocando o enfâse nas prioridades (o processo anterior não pode produzir mais “peças do que a capacidade de consumo do processo posterior), proporcionando à equipa de entrega um enfoque claro e identificando os problemas no processo de trabalho, a tempo de criar e implementar uma solução.

Como se percebe, a organização e optimização do fluxo de produção é o ponto central desta metodologia, sendo bastante utilizada na gestão da produção e desenvolvimento de software.

Neste último caso, o Kanban utiliza quatro práticas:

1- Visualização do fluxo de trabalho (utilização do quadro Kanban para estruturar e visualizar o trabalho a ser realizado);

2 – Trabalho em desenvlvimento (tudo o que está e deve ser excutado no “agora”);

3 – Gestão ativo dos itens de trabalho em andamento (garantia de que não fica trabalho por fazer);

4 – Inpecção e adaptação (politicas documentadas que toda a equipa de trabalho compreenda e que servem para melhorar a produtividade).

Dado o seu maior foco na conclusão do projeto, o Kanban tem uma capacidade mais limitada no que concerne a realizar retrospetivas.