fbpx

Com a globalização a atingir definitivamente o muno do trabalho, a importância do networking na construção e alavancagem de uma carreira profissional é cada vez mais visível.

Porque, como escrevia o poeta inglês John Donne, “nenhum Homem é uma ilha”, iremos, ao longo deste artigo, dar-lhe a conhecer algumas dicas sobre a forma de criar uma boa rede de contactos e os benefícios que dela pode obter para a sua vida profissional.

 

O que é o networking?

O anglicismo “networking” forma-se a partir da palavra, também de raiz inglesa “network (rede de contactos, em português), e dá corpo à atividade de “cultivar” uma rede de pessoas que trocam informações e conhecimentos entre si.

E porque é que é tão importante o networking na vida profissional?

Bom, para começar, uma rede de contactos forte e alargada dá-lhe, não só uma visão aprofundada das tendências, como se consubstancia numa fonte de informações privilegiadas sobre ofertas de emprego e movimentações no seio da sua e de outras empresas.

Com o advento das redes sociais e, em particular da rede profissional LinkedIn, este trabalho de networking ficou facilitado tornando muito simples e rápido aperfeiçoar as relações existentes, assim como estabelecer novos contactos.

A importância do networking fica assim visível, mas os benefícios de uma boa rede de contactos não se ficam por aqui. De seguida, veremos mais aprofundadamente estes e outros benefícios do networking na carreira profissional.

 

Benefícios de uma boa rede de contactos

 

  • O conhecimento pode ajudá-lo na procura de emprego

Com uma rede alargada de contactos, a procura de emprego pode sair facilitada. Talvez alguém na sua rede conheça uma oferta de emprego antes de ser anunciada ou inclusivamente conheça o gestor de Recursos Humanos e possa interceder a seu favor.

Quanto maior for o número de pessoas que conhecer, maiores serão as suas probabilidades de saber de propostas de emprego tentadoras antes da concorrência e de obter o trabalho que procura.

  • Promove o altruísmo e a entreajuda

Cantava António Variações que “dar e receber, é assim que devia ser”. Talvez estiquemos a corda quando aplicamos este trecho musical que nos fala de altruísmo e alteridade ao universo do emprego, mas o networking é uma bela forma de não só receber ajuda, como também entregá-la a quem precisa.

Ao ajudar alguém na procura de emprego, através do aconselhamento, do estabelecimento de contactos, etc., está a contribuir para o sucesso profissional dessa pessoa e, simultaneamente, a abrir a porta a que essa mesma pessoa o ajude numa situação idêntica.

Ajudar outras pessoas a se conectarem é sinónimo de abrir caminho para o seu próprio sucesso profissional.

 

  • Visibilidade

Conquistar um lugar ao sol no tão competitivo mundo do trabalho não é, como todos sabemos, fácil.

Seja quando estamos a começar a nossa carreira ou mesmo quando já fazemos parte da “grande engrenagem”, fazer com que notem o nosso trabalho pode ser uma tarefa ingrata, mas o networking dá uma ajuda.

Uma das vantagens de uma boa rede de contactos rede é que, ao permitir que nos envolvamos ativamente com os nossos contactos, ajudando-os, debatendo ideias ou mostrando o nosso trabalho, a nossa imagem e reputação irão aumentar.

O resultado de tudo isto é óbvio: o seu contacto chegará a novas redes e comunidades, tornando-o numa pessoa de referência, recomendada e convidada pelos mais diversos profissionais.

  • Abre novas oportunidades profissionais

A visibilidade que uma rede de contactos ativos nos dá, também serve para novas portas profissionais se abram perante nós.

Ao praticar ativamente o networking com especialistas da sua área de atuação ou áreas conexas, será mais provável que sejamos lembrados quando surgirem oportunidades profissionais que exijam as competências que possuímos.

Além disso, é importante perceber que as oportunidades surgem não só na forma de novos empregos, mas também podem significar conhecer uma pessoa importante do setor que pode mudar o curso da sua carreira profissional.

  • Cria uma base de suporte

Está a pensar candidatar-se a um novo emprego e quer saber mais sobre a empresa para quem vai enviar o CV ou quer estar mais preparado para a entrevista de emprego que terá nos próximos dias?

Através do networking pode conseguir obter o suporte que necessita nestas ocasiões dado que existe sempre alguém que já passou pelo mesmo processo num passado recente, o que significa que lhe pode fornecer os conselhos e dicas necessárias sobre como se comportar e o que esperar.

  • Valorização salarial

Quando nós aplicamos o networking no trabalho, os resultados podem ser espantosamente positivos e aumentarem a probabilidade de promoções e aumentos salariais.

Ao bebermos conhecimento e suporte por parte da nossa rede, isto vai tornarmo-nos mais competentes e eficazes, duas características muito prezadas e recompensadas por qualquer chefe.

Se for contactado por um recrutador sobre uma nova posição, considere usar essa oferta para alavancar a sua posição atual: a tendência mostra que um chefe aprende a valorizá-lo mais quando sabe que está a ser procurado no mercado por outras empresas (concorrentes, em muitos dos casos).

  • Aumento da auto-confiança

Estar em contacto com profissionais e ouvi-los valorizar o seu trabalho fará não só aumentar a sua auto-confiança, como saber que tem uma rede de suporte que lhe possibilita esclarecer as suas dúvidas dar-lhe-á mais à vontade e confiante no desempenho da sua profissão.

  • Potencia as relações pessoais

Diz-se que “trabalho é trabalho e conhaque é conhaque”, mas quem nunca bebeu um conhaque ou outra bebida com um colega de trabalho?

Embora o propósito de uma rede de contactos profissionais seja o de conseguir um emprego ou dar visibilidade ao seu trabalho, a verdade é que as pessoas não são autómatos e os laços que se vão criando ao longo do tempo podem resultar em relacionamentos pessoais.

Dicas para a criação de um boa rede de contactos

Para que possa usufruir das vantagens que lhe apresentamos anteriormente, esteja atento às dicas que lhe deixaremos de seguida e que o vão ajudar a criar uma boa rede de contactos:

– Uma rede bem-sucedida deve ser equilibrada, o que significa que deve dar e receber em igual medida. Esteja sempre pronto para retribuir e procure associar-se a pessoas em cuja reputação e ética acredite:

– Pergunte e responda a perguntas para criar um diálogo e cimentar a confiança. Nunca se sabe: uma dessas conversas pode conduzir ao seu próximo emprego.

– Cuide da sua rede enviando aos seus contactos, periodicamente, atualizações personalizadas sobre a sua atividade profissional e trabalhos desenvolvidos.

Este “regar do se jardim dos contactos” pode passar, igualmente, por oferecer ajuda ou marcar um café para um contacto mais próximo;

– Separe os contactos que podem ser interessantes para a sua carreira e envie-lhe um e-mail ou adicione-os em alguma das suas redes sociais. Não procure quantidade, mas sim qualidade. Apenas um bom contacto o poderá ajudar efetivamente no alavancar da sua carreira;

– Tenha um companheiro de networking que faça a sua promoção por si e vice-versa. Isto irá retirar alguma pressão dos seus ombros e assegurará que “os outros” tomarão conhecimento dos seus feitos, mas não pela sua boca;

– Crie conteúdo relacionado com o seu trabalho atual. Passo a passo, à medida que as suas ideias e projetos chegam a mais gente através de redes como o LinkedIn, o seu “estatuto” enquanto especialista num dado assunto e o respeito dos restantes profissionais dos setor aumentará exponencialmente.


Like it? Share with your friends!